Dipirona Sódica

O QUE É DIPIRONA?

A dipirona é um medicamento Analgésico e antitérmico

PARA QUE SERVE  A DIPIRONA?

Está indicado para tratamento das manifestações dolorosas, algias por afecções reumáticas, cefaleias (dor de cabeça) ou odonto algias(dor de dente), dores no pós operatório, espasmos do aparelho gastrintestinal, condutos biliares, rins e vias urinarias. febre, no caso de outra medicação.

 

MARCAS DE REFERÊNCIA (Nomes Comerciais)

Algirona, Anador, Analgesil, Analgex, Apiron, Conmel, Difebril, Dipidor®,  Dipigina, Dipimed, Dipiran,Dipirona Sódica (genérico), Dipiroterm, Diprin, Doralex, Dorfebril, Doliran, Dorona, Lisador®, Lomdor, Magnopyrol, Maxiliv,Neosaldina®, Nofrebrin, Novagreen, Novalgina®, Pirofebran,Salindor, Termopirona, Termoprim, Toloxin. 

 

 

APRESENTAÇÃOdipirona

comprimido, Solução injetável e Suspensão Oral.

COMO A DIPIRONA AGE ?

Age simultaneamente a nível central e periférico.

A ação analgésica ocorre com a inibição da síntese das prostaglandinas e pela ativação do potencial inibitório do tronco cerebral, levando à depressão da transmissão do impulso no sistema nociceptivo e a diminuição da taxa de descarga dos neurônios espinhais.

A ação periférica ocorre com a  inibição da síntese das prostaglandinas e inibição da susceptibilidade da atividade nociceptora pelas substâncias hiperalgésicas.

CONTRAINDICAÇÃO (Quando não devo usar a Dipirona?)

Não deve ser  usado em pacientes com hipersensibilidade as pirazolonas (antipirina, aminopirina e dipirona) com discrasias sanguíneas, determinadas doenças metabólicas (como porfiria hepática)  e  deficit congênito de glicose 6.

EFEITOS COLATERAIS

Por se rum derivado pirazolônico, as reações mais comuns são as de hipersensibilidade, que podem chegar a produzir distúrbios hemáticos por mecanismos imunes, sendo de maior significância a agranulocitose. podem aparecer bruscamente, com febre, angina e ulcerações bucais; nestes casos deve-se suspender imediatamente o medicamento e realizar um controle hematológico.

Embora a agranulocitose, a leucopenia e a trombocitopenia sejam pouco frequentes, têm gravidade suficiente para serem levadas em consideração. Outra reação essencial de hipersensibilidade é o choque, manifestando-se com prurido, suor frio, obnubilação, náuseas, descoloração da pele e dispneia. Podem ocorrer reações de hipersensibilidade cutânea, nas mucosas oculares e na região nasofaríngea.

 FORMAS DE USO DA DIPIRONA

Adulto, Oral, Pediátrico, Por Infusão Intramuscular, Por Infusão intravenosa

PRECAUÇÃO 

Com a administração deste medicamento os pacientes que tem Asma Brônquica ou infecções cronicas das vias respiratórias e os afetados por reações de hipersensibilidade, inclusive substancias não medicamentosas, estão exposto ao risco de choque.

Durante o primeiro trimestre da gravidez e em suas últimas semanas, assim como em lactentes, crianças pequenas e pacientes com distúrbios hematopoéticos somente deverá ser administrada com prescrição medica.

Na forma injetável é imprescindível ter cuidado com pacientes cuja pressão arterial for inferior a 100mmHg, os que se encontram em situação de instabilidade circulatória ou que sofram alterações previas do sistema hematopoietico.

POSOLOGIA

Uso oral – Adultos e adolescentes acima de 15 anos pode administrar 500 a 750 mg por dose. No máximo 4 vezes ao dia

Uso Retal – Adultos e adolescentes acima de 15 anos – 1 supositório de 1g. No máximo 3 vezes ao dia.

Crianças acima de 4 anos – 1 supositório de 300mg. No máximo 4 vezes ao dia . (Contra indicado para crianças com menos de 4 anos ).

Uso Injetável – Dose 0,5 a 1g. Adultos ou por via intramuscular nas  Nádegas

Crianças – Intramuscular na Face lateral da coxa.

Crianças- 10 mg por Kg de peso corporal por dose. No máximo 4 vezes ao dia. ( Contra indicado para crianças com menos de 3 meses ou menos de 5 Kg).

Posologia da Dipirona Xarope (Suspensão Oral)

Peso (média de idade)
Dose
Dose Solução oral (em mL)
5 a 8 kg (3 a 11 meses)
Dose única (uma vez ao dia)
1,25 a 2,5 mL
 
 
 
Dose máxima diária
 
Total de 10 mL, Divididas em
(4 tomadas de 2,5 mL) 6/6hs no Decorrer do Dia
9 a 15 kg (1 a 3 anos) 
Dose única (uma vez ao dia) 
2,5 a 5 mL 
 
Dose máxima diária
Total de 20 mL, Divididas em
(4 tomadas de 5 mL)  6/6hs no Decorrer do Dia
16 a 23 kg (4 a 6 anos)
Dose única (uma vez ao dia) 
3,75 a 7,5 mL
 
Dose máxima diária
Total de 30 mL, Divididas em
(4 tomadas de 7,5 mL)  6/6hs no Decorrer do Dia
24 a 30 kg (7 a 9 anos)
Dose única (uma vez ao dia) 
5 a 10 mL
 
Dose máxima diária
Total de 40 mL, Divididas em
(4 tomadas de 10 mL)  6/6hs no Decorrer do Dia
31 a 45 kg (10 a 12 anos)
Dose única (uma vez ao dia) 
7,5 a 15 mL
 
Dose máxima diária
Total de 60 mL, Divididas em
(4 tomadas de 15 mL)  6/6hs no Decorrer do Dia
46 a 53 kg (13 a 14 anos)
Dose única (uma vez ao dia) 
8,75 a 17,5 mL
 
Dose máxima diária
Total de 70 mL, Divididas em
(4 tomadas de 17,5 mL) 6/6hs no Decorrer do Dia
     

Crianças menores de 3 meses de idade ou pesando menos de 5kg não devem ser tratadas com dipirona. Se o efeito de uma única dose for insuficiente ou após o efeito analgésico ter diminuído, a dose pode ser repetida respeitando-se a posologia e a dose máxima diária, conforme descrito em posologia.

Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *