Alimentos de Calorias Negativas Existem?

Talvez você navegando pela internet, tenha visto ou ouvido alguém falando sobre alimentos de calorias negativas, ou simplesmente nunca teve contato com este assunto. Mas se você veio até aqui suponho que queira saber e estamos aqui para lhe ajudar.

Inicialmente vamos entender o que diz a teoria dos alimentos de calorias negativas!

Teoria das Calorias Negativas

De acordo com a teoria, os alimentos de calorias negativas são aqueles que gastam mais energia para serem processados/ calorias negativasmetabolizados pelo organismo e fornecem menos energia, criando assim um balanço metabólico negativo.

Quais São os Alimentos Considerados Como de Calorias Negativas?

  • Maçãs
  • Aspargo
  • Beterrabas
  • Brócolis
  • Repolho
  • Cenouras
  • Couve-flor
  • Aipo
  • Pepinos
  • Alho
  • Toranja
  • Limões
  • Alface
  • Mangas
  • Cebolas
  • Espinafre
  • Nabos
  • Abobrinha

Nosso Organismo Gasta Energia Para Digerir os Alimentos?

A resposta é sim! Uma pessoa gasta de 10% a 15% de calorias para fazer a digestão (Quantidade de calorias queimadas em uma base diária) É também muitas vezes referida como o Efeito Térmico dos Alimentos (TEF), sigla inglesa (Thermal Effect of Food).

Precisamos de energia para mastigar, engolir e digerir (Pare para pensar nos alimentos se movendo em torno de seu estômago, criando ácido para alimentar, outros processos da digestão e etc.),.

Proteína tem a maior TEF, o que significa que queima mais calorias durante a digestão, em seguida, carboidratos e finalmente gordura.

 E, se você precisa de outro motivo para comer alimentos integrais em vez de os processados: pesquisa mostra que a TEF depois de comer alimentos processados, em comparação com alimentos integrais é de cerca de 50% menos ! Lá você tem, uma maçã bate uma torta de pop novamente.

Você pode ter ficado feliz com a notícia acima!

Pode começar até a pensar assim: quanto mais alimentos com calorias negativas eu comer, mais peso eu vou perder!  Pensar assim pode ser igual a um trabalho que me paga mais quanto menos eu trabalhar ou uma conta bancária que fique maior quanto mais eu gastar!

Não vamos ficar animados com a notícia de que o organismo gasta mais energia do que recebe de certos alimentos!

Essas pequenas quantidades de calorias que o organismo gasta não podem ser contadas como perdas, pois sabemos que nosso corpo tem feito isso durante toda a nossa vida. Não é algo que agora vamos depender.

Infelizmente, não é assim que funciona. 

Quando o nutricionista faz o cálculo de quantas calorias você deve comer, as calorias gastas na mastigação e digestão dos alimentos já são consideradas. A “dieta de calorias negativasessencialmente subtrai essas calorias duas vezes.

Você não pode ter um saldo negativo de calorias comendo “alimentos de caloria negativa”, Mas não deixe de colocá-los em sua Alimentação.

Seria muito fácil se pudéssemos consumir alimentos sem calorias durante todo o dia. Mas diferente da água (que tem zero caloria), infelizmente como já vimos, não é bem assim que o organismo funciona.

Opinião de um Especialista em Nutrição

De acordo com os estudos do especialista em nutrição Kimberly Lummus, representante da mídia Texas Dietetic Association e coordenador de relações públicas da Associação Austin Dietetic, em Austin, Texas (EUA).

Ele afirma que praticamente todos os alimentos contêm calorias. Até aqueles que foram produzidos industrialmente rotulados como Diet, Light e Zero não deixam de ter suas calorias.

Alguns alimentos têm o número de calorias bem baixo. Como já vimos queimamos calorias ao mastigar e digerir os alimentos que consumimos. O pensamento de que comer certos alimentos pode nos colocar em um balanço calórico negativo simplesmente não é verdade.

“Alguns alimentos exigem mais energia para digerir, mas digerir os alimentos que são chamados de “calorias negativas” ou “zero caloria”, como aipo ou pepinos que não darão muito resultado em seus totais esforços no controle do consumo calórico ou na perda de peso, observa Lummus.

 “Nutricionalmente falando não seria inteligente pensar que de alguma forma está enganando o seu organismo subtraindo calorias”

Kimberly Lummus diz que você teria que comer grandes quantidades destes alimentos para fazer seu corpo trabalhar duro o suficiente para queimar as calorias, e isso não vale a pena.

Frutas, Verduras e Legumes de “Calorias Negativas” São Importantes

calorias negativas 2Embora tenhamos dito que os supostos alimentos “calorias negativas” ou “alimentos de zero calorias” não pode produzir um balanço calórico negativo, o que não devemos esquecer-nos é dos grandes benefícios que eles podem nos promover. Conforme citado anteriormente, todos são classificados como frutas, verduras e legumes, sendo alimentos importantes incluídos em uma dieta, diz Lummus.

Esses alimentos também são ricos em fibras contribuindo para uma nutrição mais completa. Frutas e legumes tendem a ser “ricos em nutrientes”, com menos calorias. Além disso, ainda podem ajudá-lo a perder peso. 

Frutas e vegetais podem produzir sensação de saciedade (estar cheio) tanto quanto os  alimentos com muitas calorias.

Se você está tentando perder peso, adicione legumes aos seus pratos principais. Inclua frutas nos lanches, faça sanduíches com legumes frescos, e com frutas em vez de comer aquele doce de sobremesa após as refeições.

Seguindo estes passos, comendo estes alimentos não pode “enganar” o seu corpo em um déficit calórico, mas pode ajudá-lo a sentir-se cheio e satisfeito, absorvendo menos calorias e recebendo mais vitaminas, minerais e outros nutrientes essenciais.

Uma verdadeira bebida  “zero” para se certificar de que você está recebendo o suficiente é a água. Beber água é muito saudável e substituir bebidas adoçadas por  água pode poupar centenas de calorias.

 

Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *