Peixes Contaminados Por Metais Pesados.

Caro leitor! Você precisa saber como evitar essa contaminação, tem perguntas sobre peixes contaminados ou talvez precise de algumas ferramentas para ajudá-lo? Bem não procure mais, porque este artigo vai lhe orientar a como entender e proceder nessa difícil situação.

   O Peixe na nossa alimentação

Peixes contaminados por Mercúrio metais pesados 3.O peixe é um alimento de alto valor nutritivo e biológico, apresenta uma boa quantidade de vitamina A e D, ácidos graxos poli-insaturados da família do Omega 3, além disso é de fácil digestão e recomendado para uma dieta saudável

De acordo com um estudo realizado pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC), entre os anos de 1992 e 1998 o qual Homens e mulheres de 10 países da Europa deixaram de comer carne vermelha e passaram a se alimentar só de peixes, foi constatada uma diminuição do risco de câncer de colo retal.

Nos últimos anos temos observado que várias informações têm chegado até as pessoas, principalmente sobre alimentação, com isso a procura de uma dieta mais saudável esta aumentando cada vez mais, principalmente nas sociedades de classe média e alta, tendo em vista que o peixe é um alimento rico em nutrientes e com baixos índices calóricos.

 Como aparecem os peixes são contaminados?

Acima falamos sobre alguns benefícios que os peixes podem nos trazer, agora vamos falar do mal que pode estar presente neles.

Peixes e frutos do mar podem representar risco para a saúde humana, pois podem acumular contaminantes do ambiente aquático e ampliá-los para a cadeia alimentar, ou seja, os peixes ou outros animais que não estejam contaminados podem ingerir os peixes que estão e com isso aumentar a contaminação da cadeia alimentar e chegar até o homem.

Geralmente as substâncias químicas presentes na água são umas das causas  que deixam os peixes contaminados .

Como os metais pesados contaminam a água?

Atividade Pecuária

O crescimento da atividade agropecuária traz um grande problema, o aumento do uso de fertilizantes e agrotóxicos ou pesticidas, esses produtos são absorvidos pelo solo e ao serem escoados pelas chuvas alem de afetarem a qualidade das águas superficiais também atingem as águas subterrâneas.

Essa poluição tem um grande potencial, pois se o local onde for aplicado o agrotóxico for próximo a um manancial hídrico que abasteça uma cidade, a qualidade dessa água captada também estará comprometida.

 

Indústrias

A indústria de mineração e de beneficiamento de minérios e as indústrias petroquímicas, entre outras, são responsáveis pelo despejo ou descarga de resíduos químicos letais como: mercúrio, benzeno, enxofre, entre outros nos solos e rios, causando impactos muitas vezes irreversíveis na saúde das populações residentes na região.

Segundo vários estudos a poluição de rios, lagosPeixes contaminados por Mercúrio metais pesados 2., zonas costeiras e baías tem causado degradação ambiental contínua por despejo de volumes crescentes de resíduos e dejetos industriais e orgânicos.

Esgoto

O lançamento de esgotos não tratados aumentou dramaticamente nas últimas décadas, com impactos severos sobre a fauna, a flora e aos próprios seres humanos.

Dejetos líquidos de Suínos/Porcos

Outro tipo de contaminação da água é por meio do despejo de dejetos líquidos de suínos, que servem como fonte de nutrientes às plantas. Porém, quando o seu uso é inadequado, podem causar o acúmulo de fósforo no solo, que posteriormente pode ser transferido para o meio aquático, causando eutrofização (poluição por acúmulo de nutrientes).

As duas fontes principais de contaminação pelos metais pesados

A elevada concentração de metais na água, sedimentos e organismos aumenta a vulnerabilidade da saúde humana por meio da bioacumulação (processo que ocorre quando um composto químico, um elemento químico ou um isótopo se acumulam em elevadas concentrações nos organismos, independente do nível trófico).

Essa vulnerabilidade resulta na contaminação por metais pesados através de duas rotas: beber água contaminada que passou por tratamento inadequado, expondo a população à ingestão de metais em doses toleráveis, ou a ingestão através de alimentos contaminados, como por exemplo: Peixes e Frutos do mar.

Porém, de acordo com a legislação brasileira, seja a ambiental ou mesmo a referente aos aspectos sanitários alimentares, ainda é pouco contundente com relação aos limites aceitáveis ou permitidos de metais pesados em solos, águas e alimentos. Existe uma carência muito grande de dados nacionais que subsidiem os legisladores e órgãos ambientais sendo, muitas vezes, utilizados valores limites verificados e utilizados em outros países.

 Estamos consumindo peixes contaminados?

A presença de poluentes nos peixes comestíveis e o seu consumo frequente podem afetar de forma adversa a saúde humana. A exposição a poluentes tóxicos através da dieta é consequência de dois fatores, a concentração da substância em questão no alimento consumido, no caso o pescado, e a variação de consumo desse alimento diária/ semanal/ mensal em cada grupo específico da população.

A espécie do peixe e o tamanho da refeição são igualmente fatores importantes para o balanço entre o benefício à saúde relacionado ao consumo de pescado e os riscos de contaminação. No Brasil, existem poucos dados sobre metais e poluentes orgânicos em peixes marinhos de consumo humano.

 No caso das Dioxinas (substâncias químicas liberadas como subproduto industrial e que podem causar vários malefícios para a saúde humana) existe uma única pesquisa da CESTESB em peixes e frutos do mar capturados no porto de Santos, ambiente considerado de alta poluição, representando possível exposição da população que consome peixe capturado no ambiente costeiro do Brasil.

 Quais os metais deixam os peixes contaminados?

  • Mercúrio  
  • Bismuto
  • Alumínio
  • Bário
  • Arsênio
  • Chumbo
  • Cádmio

 Os peixes contaminados pelos metais pesados

  • Namorado Pseudopercis nurnida. 
  • Batata Lopholatilus villarii 
  • Congro Rosa Genypterus brasiliensis
  • Sardinha Sardinella brasiliensis
  • Anchova Pomatomus saltatrix
  • Tainha Mugil cephalus
  • Olho de Cão Priacanthus arenatus
  • Xerelete Caranx crysos
  • Pescada – Perna de Moça Cynoscion leiarchus
  • Corvina Micropogonias
  • Salmão O salmão (Salmo salar) 
  • Linguado
  • Pescada branca
  • Cação
  • Atum

 6 Passos que devemos seguir para evitar a contaminação por metais pesados

1) Consumir peixes de escamas, pois eles vivem em grandes cardumes, em água límpida, na superfície. 

2) Consumir peixes de água doce, pois eles se alimentam preferencialmente de frutos e folhas.

3) Tente  escolher peixes que tenham um ciclo de vida de curto a médio prazo, pois os peixes que vivem menos tempo ficarão menos expostos aos metais pesados e consequentemente terão uma concentração menor desses poluentes.

 

Exemplos de peixes com um ciclo de vida de médio em curto prazo: 

Água salgada:

  • Sardinha e
  • Salmão selvagem. 

Água doce:

  • Cará,
  • Carpa,
  • Corimbatá,
  • Dourado,
  • Lambari,
  • Manjuba,
  • Piau,
  • Tilápia,
  • Tambaqui,
  • Traíra e

 

Tente Evitar peixes que tenham vida longa:

  • Tubarão,
  • Peixe espada,
  • Cavala,
  • Filé de atum,
  • Arenque e
  • Cação

5) Devemos lembrar que não adianta deixar de comer peixe e consumir vegetais contaminados com mercúrio. Portanto, prefira os vegetais orgânicos.

6)Tenha sempre Atenção para as vacinas que contém um conservante à base de mercúrio Tiomersal ou Timerosal

 Conclusão

Este artigo teve o objetivo de fornecer informações sobre as concentrações de poluentes ambientais que deixam os peixes contaminados. Estas concentrações podem demonstrar uma grande variabilidade mesmo dentro da mesma espécie de peixe

De acordo com os estudos podemos dizer que o peixe que mais apresenta poluentes aqui no  Brasil é a Pescada, o que pode estar relacionado aos seus hábitos de vida desta espécie.

Também é importante a avaliação de alguns fatores biológicos e ambientais como: a origem dos peixes, as condições do mar, hábitos alimentares dos peixes, idade, sexo, entre outros. Estes fatores podem influenciar significativamente na concentração dos metais pesados.

O peixe é um alimento muito importante para os seres humanos, devemos estar sempre atentos com ele a fim de garantir a sua qualidade e dos seus subprodutos também para que a saúde de todos esteja sempre salvaguardada.

 

 

 

Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *