Anabolismo e Catabolismo, Qual a Diferença?

Muita gente ainda não tem o total conhecimento sobre anabolismo e catabolismo. Esses dois processos não são difíceis de entender, mas talvez pelo fato da semelhança entre as palavras, acaba gerando um pouco de dificuldade na compreensão. Por isso estamos aqui para trazer a informação para você de forma concisa e precisa.

Para entendermos melhor sobre o assunto, primeiramente vamos definir o Metabolismo.

O Que é Metabolismo?

anabolismo e catabolismoÉ um termo que é usado para descrever todas as reações químicas envolvidas na manutenção do estado de vida das células e do organismo. Também é denominado como um processo bioquímico que permite um organismo viver, crescer, reproduzir, ser curado, e se adaptar ao seu ambiente.

Pode ser dividido em Dois Processos: o anabolismo e catabolismo.

  • Anabolismo – Onde existe síntese (formação ou junção) de todos os compostos necessários às células
  • Catabolismo – Onde existe quebra de moléculas para a obtenção de energia

O Metabolismo está intimamente ligado à nutrição e à disponibilidade de nutrientes.

Bioenergética

É um termo que descreve as vias bioquímicas ou metabólicas, através da qual a célula em última análise, obtém energia. A energia é a formação de um dos componentes vitais do metabolismo.

Agora vamos falar sobre o Anabolismo!

O que é Catabolismo?

Reações Catabólicas são aquelas que envolvem a repartição de biomoléculas. (quebra de moléculas maiores em menores), ou seja, o contrário do anabolismo.

 Vamos dar um em exemplo prático para você entender com facilidade.

 A nossa digestão é um processo catabólico, em que as substâncias e nutrientes são ingeridas e divididas em componentes mais simples para o corpo poder utilizar.

Quando comemos um alimento, temos que mastigar para torná-lo mais fácil de engolir, correto! Reações catabólicas são semelhantes a nossa “mastigação”, pois as biomoléculas são quebradas para torná-las mais fáceis de serem metabolizadas ou utilizadas pelo organismo.

Nas células, os processos catabólicos quebram os Polissacarídeos tais como: amido, glicogênio e celulose, transformando-os em Monossacarídeos: glicose e ribose. Tudo com a finalidade de obter energia.

Geralmente, o catabolismo também opera na queima dos monossacarídeos e gorduras. A quantidade de proteínas ou de aminoácidos utilizada para a captura de energia é muito pequena. 

As proteínas são quebradas em aminoácidos, para utilização na síntese (construção de novos tecidos e músculos) de novos compostos anabólicos ou para reciclagem (reutilizados pelo corpo). Vale ressaltar que nesta fase podemos ver o anabolismo e catabolismo trabalhando juntos.

Outro processo do catabolismo é a quebra dos ácidos nucleicos (macromoléculas ou grandes moléculas), Existem dois tipos de ácido nucleico: o Ácido Desoxirribonucleico, mais conhecido como DNA e o Ácido Ribonucleico, conhecido como RNA. Eles são catabolizados (quebrados) em nucleotídeos como parte das necessidades de energia do organismo, ou para efeitos de cura.

Com tudo isso vemos que  o catabolismo carrega uma grande importância na produção de energia. Em outras palavras, o catabolismo é um processo metabólico essencial para extrair a energia química do alimento.

A respiração celular e o Catabolismo

A respiração celular também é um processo catabólico porque quebra as pequenas moléculas da digestão e com isso ocorre à criação da ATP (trifosfato de adenosina) que é uma molécula armazenadora de energia.

 ATP é a energia que as células usam para produzir o calor do corpo, mover músculos e outras funções essenciais.

O Dióxido de Carbono (CO2) e o Catabolismo

O dióxido de carbono é um produto de resíduos principal da respiração celular/catabolismo. Esses resíduos são transferidos para a corrente de sangue venosa por meio dos capilares (pequenos vasos), em seguida, transferido para os pulmões para a exalação. O crescimento e o desenvolvimento das células dos organismos requerem uma grande quantidade de ATP ( adenosina trifosfato) , e todo o requisito de ATP é cumprido através da respiração celular.

O Que é Anabolismo?

Anabolismo é uma via metabólica que é extremamente vital para todos os seres vivos. O significado geral do anabolismo é simples, ele constrói tecido a partir de moléculas pequenas.

Durante o processo de anabolismo, a energia armazenada como ATP (trifosfato de adenosina) que é produzida pelo catabolismo, é utilizada. Portanto, é evidente que o anabolismo requer energia produzida a partir do catabolismo. 

anabolismo e catabolismoA síntese ou formação de proteínas é um excelente exemplo de um processo anabólico, no qual os aminoácidos estão ligados entre si por ligações peptídicas para formar grandes moléculas de proteína.

O crescimento do corpo, a Mineralização dos ossos (envolve dureza e resistência óssea) . O aumento de massa muscular são alguns dos outros processos anabólicos. Todos os processos metabólicos são controlados por meio de hormônios esteroides anabólicos (de acordo com o relógio biológico do corpo). 

As variações nas atividades metabólicas podem estar relacionadas com o tempo e quantidade de comida. Devemos comer em média de 3 a 4 horas pequenas quantidades, pois quando ficamos muitos tempo sem comer o metabolismo pode desacelerar.  Geralmente, as atividades anabólicas são mais funcionais durante o sono ou descanso.

Processos do Anabolismo

Utilizam moléculas simples dentro do organismo para criar compostos mais complexos e especializados. Esta síntese(formação ou junção, construção), a criação de um produto a partir de uma série de componentes, é por isso que o anabolismo é também chamado de “Biossíntese”.

O processo utiliza energia para criar seus produtos finais, que o organismo pode utilizar para sustentar-se, crescer, curar, reproduzir ou ajustar às mudanças no seu ambiente.

Crescendo em altura e massas musculares são os dois processos anabólicos básicos. Ao nível celular, processos anabólicos podem utilizar pequenas moléculas chamadas monômeras para construir polímeros, resultando em moléculas muitas vezes altamente complexas.

Por exemplo, os aminoácidos (monômeros) podem ser sintetizados em proteínas (polímeros), bem como um construtor de tijolos pode usar para criar uma grande variedade de construções (casas e edifícios).

 Conclusão para anabolismo e catabolismo?

Tanto o anabolismo e catabolismo são processos metabólicos. Para fixarmos melhor o entendimento sobre o assunto, abaixo temos as suas diferenças destacadas.

  • O catabolismo produz energia e o anabolismo usa energia.
  • No catabolismo, as moléculas grandes são divididas em pequenas monômeros que, no anabolismo, moléculas pequenas se conectam umas com as outras, para formar moléculas grandes.
  • Catabolismo é independente do anabolismo. No entanto, o anabolismo requer o ATP produzido através catabolismo.
  • O catabolismo funciona em uma taxa mais elevada durante uma atividade que precisa de energia para os músculos contrair. O anabolismo é mais funcional durante  o sono ou descanso.
  •  O catabolismo tende a usar a comida armazenada para produzir energia. Já o anabolismo armazena energia para construir, reparar e fornecê-la aos tecidos e órgãos.

 

Artigos Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *